“É livre a manifestação do pensamento e da expressão da atividade intelectual, artística, científica e de comunicação, sendo vedado o anonimato. (CF 88).”

11 de out de 2009

LACTA deseduca

Mau exemplo
No comercial do BIS, da Lacta, criado pela Ogilvy & Mather, a vovó passa a perna na neta ao fazer um suéter que não tem lugar para a saída da cabeça e das mãos. Ao vesti-lo, a garota fica presa, não vê nada e tropeça nos móveis derrubando vários. Poderia até machucar-se. Neste momento a vovó aproveita para pegar a caixa do Bis Avelã e começa a se deliciar com o chocolate. Há quem acredite ser este um bem humorado comercial visto que ele sugere que se você está com um Bis Avelã deve comê-lo bem depressa porque todos querem o seu Bis. “Desconfie de todos”, é o novo slogan que ilustra a história de 30 segundos, porém, existem outras mensagens nesse comercial: faça qualquer coisa para conseguir o que quer, é a primeira. A segunda é a indiferença, o egoísmo e o não respeito.
A neta está ao lado da avó, comendo os chocolates, e não oferece. Onde foram parar nossos valores? O publicitário Nauro Rezende, no site http://casadogalo.com/comportamento-e-etica-na-propaganda-pega-leve, pergunta: “O que é ser ético na propaganda?”. Para Nauro, ser ético na propaganda é “estabelecer uma comunicação que preserve valores e que reforce de maneira positiva a relação entre as pessoas e os produtos, mas, sobretudo, a relação das pessoas com outras pessoas.”
Peço permissão a Nauro para transcrever, aqui, parte de seu texto, do qual comungo:
“Utilizar o estereótipo da sogra, para fazer piada em comercial de qualquer coisa, é uma forma fácil de atingir um público que já tem seus próprios pré-conceitos, no sentido mais puro da palavra, sobre como deve agir uma sogra. É como um jogo de encaixar onde a peça do comercial se encaixa perfeitamente com a do cliente. A piada pode parecer inofensiva, mas não é. A mensagem publicitária tem grande peso na cultura popular, pois se utiliza de todos os artifícios para convencer o receptor e, ao convencê-lo sobre o produto, acabamos por convencê-lo também dos demais elementos da mensagem. Está fixado em nossa cultura achar que um pequeno desvio não faz mal, que podemos ser um pouco mais “espertos”, passar na frente, furar uma fila, ganhar uma vantagem indevida, pagar ou receber uma propina. Escolhemos até as leis que queremos seguir. Para quem não se lembra, foi a propaganda uma das principais responsáveis por cristalizar este comportamento em nossa vida. Foi lá que se cunhou a ‘Lei de Gerson’.”
No meu entendimento esse comercial da Lacta deverá ser retirado imediatamente da mídia, pois é um mau exemplo.
Lacta, dê bom exemplo, pois... Criança vê! Criança faz! http://www.youtube.com/watch?v=j0aT3-5-zTo
Contador de caracteres